Seja Sócio

Monumental

O estádio Engenheiro Alencar de Araripe, o “Monumental”, fica situado no bairro de Jardim América, em Cariacica/ES, em frente a estação Pedro Nolasco e na divisa com as cidades de Vitória e Vila Velha.

Obras de construção do estádio em andamento no ano de 1965.

Foi inaugurado em 16 de janeiro de 1966, numa partida amistosa entre Desportiva e America, do Rio de Janeiro, onde a equipe grená foi derrotada pelos cariocas por 3 a 0. Naquele jogo, a Locomotiva foi a campo com Adjalma, Azul, Mateus, Roberto Almeida, Earl, Wilson, Fausto, Arinos, Maurélio, Silvinho e Bezerra. O primeiro gol do Araripe foi marcado por Roberto Almeida (contra). Em 6 de fevereiro de 1966, no seu primeiro jogo oficial, o Araripe presenciou a vitória grená sobre a equipe do Vitória, por 2 a 0.

Manchete de jornal da época noticiando o jogo de estréia.

Em 22 de fevereiro de 1967, no primeiro jogo noturno, após instalação de refletores, o Fluminense foi o time convidado, e a equipe grená venceu por 2 a 0.

Arquibancadas sendo construídas.

No dia 17 de dezembro de 1967, após vitória de 1 a 0 sobre o Rio Branco, a Desportiva conquistou o seu terceiro título capixabão, o primeiro em sua casa. No mesmo ano, a Desportiva realizou 37 jogos em seu estádio, e perdeu apenas uma vez, em fevereiro, por 3 x 2 para o América-MG em amistoso, sendo o maior período de invencibilidade em seus domínios.

Engenheiros fiscalizam as obras.

No ano de 1969, ocorreu a primeira partida internacional no Monumental. Em amistoso comemorativo, a Desportiva derrotou a Seleção de Gana, que vinha de dois títulos e dois vice campeonatos no Campeonato Africano de Nações, por 1 a 0.

Em 1979 aconteceu a maior goleada no estádio. A equipe grená venceu o São Silvano por 11 a 0, em partida válida pelo Campeonato Capixaba.

Em 1982, 27.232 pagantes assistiram pelo Brasileirão Desportiva 0 x 2 Atlético-MG, sendo o maior público em jogos da equipe grená registrado. Em 8 de dezembro de 1985, 27.010 pagantes assistiram o empate em 0 a 0 entre Desportiva e Rio Branco, válido pela final do Campeonato Capixaba daquele ano, até hoje o maior público pagante em uma partida entre duas equipes capixabas.

Em 1991, o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, participou de um ato público no estádio Engenheiro Araripe, onde recebeu homenagens.

Nelson Mandela em seu discurso no Monumetal.

No dia 28 de setembro de 1995, 27.600 pagantes assistiram a partida entre Flamengo e Vitória-BA, sendo o maior público registrado.

O Engenheiro Araripe também foi palco da única apresentação oficial da Seleção Brasileira de Futebol no estado do Espírito Santo, em 26 de junho de 1996. Naquela dia, o time do técnico Zagallo derrotou a Seleção da Polônia por 3 a 1.

No final de 2012 foi selado um acordo entre a Desportiva Ferroviária, a cooperativa médica Unimed e o Banco Sicoob para a revitalização do estádio, que passou a se chamar Arena Unimed Sicoob. O acordo valeu por 5 anos, onde foram feitas reformas estruturais nas arquibancadas, instalação de sistema de irrigação eletrônico, melhorias no gramado nos padrões FIFA, instalação de um placar eletrônico, construção de um campo anexo para treinos e a construção de uma casa de shows em um terreno anexo ao estádio.

Hoje estádio conta com Placar Eletrônico.

Em 2014, quando o Brasil sediou a Copa do Mundo, o Araripe foi utilizado pela seleção da Austrália por duas semanas para os treinos.

Seleção da Austrália treinando durante Copa do Mundo de 2014.